terça-feira, 26 de maio de 2009

Hoje eu quero pisar
No chao
E desabar

Lavar o meu quintal
E o meu terreno
Para eu sambar

Até que o meu sapato quebre
Até que a minha perna sangre
E o meu sangue me carregue
E a minha dor, se entregar.


Beatriz Barros

Nenhum comentário:

Sobre o sentir e o dançar de um corpo gordo

Sempre achei estranha a vontade que eu tinha de dançar. Durante muito tempo, meu corpo ficou inerte. Fugia das aulas de educação física, ...