sábado, 19 de dezembro de 2009

Bons Ventos (Ou assim espero)

Estamos em fase de renovação. De transformação.
Agora é a hora de saber focar e de abrir os olhos.

É bonita a procura da criança, mas a organização do adulto nos faz falta, a sabedoria do sábio nem sempre chega em nós.

Estamos com um novo processo ‘Gritar por Cida’, uma pesquisa sobre amor e violência. Talvez seja o trabalho mais maduro do Torneado. Estamos buscando a sensibilidade, a busca pela boa estética, a boa dramaturgia, o bom trabalho de ator e também buscamos o efêmero, o híbrido, o dinheiro e a noite sem preocupações.

Terminamos uma temporada hoje. Dias de Campo Belo, no histórico Teatro de Arena. Uma temporada fraca de público, mas muito importante para o grupo. O Dias foi a primeira peça do grupo onde a maturidade foi um dos fatores principais. Talvez o Dias seja uma nova fase do Torneado. Então pensaremos da seguinte forma: Não é que ainda não somos bem vistos.

É que ainda não fomos bem vistos.

Talvez agora comece.

É raça, mermão. Uma beijoca molhada.
Em breve produzo algo com um pouco mais de refinamento.

Bruno Lourenço

2 comentários:

Rafaela Rocha disse...

Se assim espera, assim será. E 2010 tá só esperando isso acontecer. Força pra vocês! Estarei sempre brincando no quintal, pronta pra uma reunião da sala de jantar. Cresçam, sempre, cada vez mais meus amados.

Núcleo de Direção disse...

Arassa na tijuca "Unidos dos TORNEADOS pra sempre"...

Lá vai nóis!!!!

Sobre o sentir e o dançar de um corpo gordo

Sempre achei estranha a vontade que eu tinha de dançar. Durante muito tempo, meu corpo ficou inerte. Fugia das aulas de educação física, ...