quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Gritar por Cida - e outras coisinhas mais...

São nossos novos provessos.
Pesquisar sobre amor e violência.

Vindos de momentos turbulentos e desorganizados para uma fase de pensamento reto. Para uma fase de foco, mas com grandes lacunas para pirações . (Pirações é a palavra?)
O Torneado está passando por uma fase de "Nova Ordem Mundial". As coisas estão se reestruturando. A dramaturgia está vindo de forma completa. Não é só a palavra. Dramaturgizamos a ação, a cor e - também - a palavra.
O Colégio Antônio Alves Cruz só poderá voltar a ser utilizado por nós após o dia 28/02, por conta de algumas reformas.
Até lá, nosso espaço é a nossa cabeça e precisaremos nos encontrar de corpo para criarmos tudo aquilo que, depois, precisaremos executar.

Há 5 anos atrás, um curso começou. E esse curso cresceu, cresceu e hoje é um grupo.
Talvez tenham sido necessários 4 ou 5 anos para que esse grupo, esse pensamento, esse ideal, começasse a ter uma força.
Uma força não. Uma mobilização.

A idéia é forte. Mas precisamos executar.
Eu estou tentando fazer isso e cada vez mais, me sinto um vitorioso quando vejo que dei um passo a frente.
Ainda é dificil. Eu sou muito preguiçoso. E as vezes minha preguiça ganha da vontade, mesmo não sendo maior do que ela.
Talvez eu diga que seja o momento de organização do Torneado, pois esse é o momento da minha organização. Eu insisto em falar do grupo, quando as vezes, um post sobre a minha pessoa é necessário.

Mas acho que não é o caso.
Não somente esse.

"O amor justifica a dor"

Ainda estou devendo algo bem escrito.

Bruno Lourenço

Sobre o sentir e o dançar de um corpo gordo

Sempre achei estranha a vontade que eu tinha de dançar. Durante muito tempo, meu corpo ficou inerte. Fugia das aulas de educação física, ...