Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2010

estréia do menina de louça, sensações

Beatriz Barros postando,

Estar sozinha em um palco faz você perceber o quanto a plateia faz parte do ritual teatral.


Faz você perceber que realmente, você nunca está sozinha em cena.

Que sempre tem alguém ali, ao seu lado.

Ainda existe algum lugar onde pessoas que nunca se viram na vida, podem se sentir juntas, e podem dividir algo juntas. Onde mesmo com toda esse desenvolvimento eufórico da espécie humana, podemos respirar juntos, nos acalmar juntos, e principalmente sentir algo juntos.

É, eu me sinto dividida quando faço uma peça de teatro, mesmo estando só. Junto as pontas do palco com o meu corpo. Junto a energia de todos e distribuo, novamente, para todos.
Me retalho, me junto, e me construo. Me construo a partir do outro, a partir da história que conto e com a história de todas aquelas pessoas, com a história daquele momento.

É realmente fantástico olhar para alguém, e apenas com o olhar daquela pessoa, eu sentir o estímulo para continuar. eu sentir aquela confiança do "…

"Menina de Louça" abre ao público as portas do Teatro Lavanderia

Imagem
Sabe quando um dia representa um momento especial para uma grupo de pessoas?

Sabe quando temos vontade de juntar pessoas queridas na sala de nossa casa e mostrar um antigo álbum de fotografias?

Sabe quando um rosto novo traz aquela sensação de que alguma coisa vai acontecer?

Pois é! Nesse dia 07 de agosto de 2010, às 17h, abriremos ao público as portas do “Teatro Lavanderia”, sede do Pequeno Teatro de Torneado. E especialmente para esse evento, remontamos o primeiro espetáculo do grupo, “Menina de Louça”.

Contamos com sua presença!


Apresentada pela primeira vez em 2006, a peça foi escrita a partir de uma lenda urbana conhecida como "A Loira do Banheiro". No entanto, a lenda serve apenas como o pano de fundo para a abordagem de temas que exploram o rito de passagem para a vida adulta.

Para o o grupo, “Menina de Louça” marca o início da sua pesquisa (“A Dramaturgia dos Moleques”), que hoje caracteriza o seu trabalho coletivo: a liberdade de criação e a busca pela autonomia do jo…

Encontro com os Outros - Circuito Tusp de Circulação 2010

Imagem
Há tempos falamos sobre essa história de "encontro com o outro".


Também já rascunhamos assuntos sobre; "onde foi parar o sentido da comunidade em uma metrópole como São Paulo?". E por vezes, quando ficamos sozinhos, imaginamos o nosso futuro em um ônibus e o nosso coletivo brincando com essa história de ir e ir e ir...

Acontece que, nos últimos meses,  "O Pequeno Teatro de Torneado" assumiu compromissos com a distância. Só então agora, parece que podemos tentar supor um pouco sobre o sentido da frase: "Fazer Fronteira".

O que no primeiro momento parecia estar nos proporcionando uma nova experiência através de um lugar desconhecido, em pouco tempo se tornou tão comum quanto o nosso quintal. Em tão pouco tempo, ficamos a vontade, num lugar que nunca estivemos e esse tempo foi o intraduzível tempo do olhar.


Rica e generosa, assim podemos chamar a nossa passagem com o espetáculo "Dias de Campo Belo" pelas cidades de Pirassununga, Piracica…