2014: um primeiro balanço e o nosso fim de ano

Faltam dois meses pra acabar o ano! 2014 está sendo intenso e bem lotado pro Torneado, pelo menos segundo a história mais recente do grupo.

Este ano fizemos duas temporadas de "O Girador", o espetáculo do nosso coração. Uma por nossa conta, na região central (Pequeno Ato) e outra em Sto Amaro (Leopoldo Froes), com apoio da Prefeitura de São Paulo. A peça também foi selecionada pro Festival de Hortolândia, e tivemos a oportunidade de apresentá-la no interior. Faremos mais uma última apresentação da peça este ano, que vai ser na Mostra do Projeto Bazar, dia 7 de novembro.

"Dias de Campo Belo", o nosso baile da saudade, apresentou no Espaço Parlapatões bem na época de carnaval (uma coincidência da vida, porque essa temporada nem tinha sido planejada!). Começamos uma segunda temporada da peça em setembro, mas tivemos que cancelá-la (mais uma coincidência da vida impossibilitou que a gente realizasse todas as apresentações). Mesmo assim, a peça cumpriu duas sessões no centro.

Agora estamos na quarta temporada do "Peter em Fúria". Começamos a jornada oficial desta peça em janeiro, e ela termina só no final de novembro. Fizemos substituições de atores a todo o momento, e por isso a rotina de ensaios não parou.

Estamos apresentando todo sábado, e ao mesmo tempo nos preparando para apresentar a peça em dois festivais: Indaitauba, e FIT Bahia. Ambos nos receberam calorosamente ano passado, e por isso estamos doidinhos pra retornar agora, com esse elenco enorme e o grupo todo. Confesso que organizar todas essas viagens não está sendo fácil, mas vai dar pé. Sempre damos um jeito.

Enquanto realizava essas temporadas, o grupo tocou outros projetos: uma oficina coordenada pela Aguida no CEU Casablanca, que dará origem a um resultado chamado "Patriarcado"; e um projeto de formação de atores dirigido pelo William, que culminará numa nova peça, chamada "Do ensaio para o Baile". Acho que essas iniciativas dão muito samba pros próximos posts, pois ambos estão muito animados com as turmas.

Parando pra fazer um balanço, ao longo dos 12 meses de 2014, teremos feito temporada durante 9. Nos inscrevemos pela primeira vez na Lei do Fomento (ainda não foi dessa vez), e participamos do Zé Renato (aguardamos o resultado). Três atrizes do grupo (incluindo eu mesma) tiraram seus DRTs, o que de certa forma foi uma conquista, considerando que nenhuma tinha feito cursos em escolas formais de teatro. O que nos possibilitou a profissionalização foi a experiência de cada uma dentro do teatro de grupo (nos "torneamos", como o Will gosta de dizer)

Nessa reta final, o foco está sendo a estreia dos novos atores que estão entrando no elenco do "Peter em Fúria". Merda pra todos eles, e principalmente pro nosso elenco como um todo, que viajará junto pela primeira vez.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Verão de 2005.

Curtíssima temporada do espetáculo "O Girador" no Teatro Pequeno Ato