Postagens

Mostrando postagens de 2015
Imagem
Sobre circular com o espetáculo "Peter em Fúria" pelas periferias da cidade de São Paulo. 
Existe uma trajetória de deslocamento na formação de nosso histórico. Somos inquietos e não paramos de nos mover de um lado para o outro. Quanto a essa cidade, para cada canto temos alguma história pra contar. Essas histórias refletem as pessoas que nos formam e nos desformam. E nada nasce de um conjunto preciso de intenções. Tudo calmamente sendo torneado pela força do senhor tempo. Mas tem um lugar que a gente força a barra. O lugar da invasão do outro. O atrevimento de arrastar carteiras em escolas públicas e privadas, cantar nossas musicas pelos parques e praças, tornar o quintal de um sobrado particular público. Porque, no fundo, o que nos importa é a parte de tornar público. Através de nossas histórias refletir o humano colocando em relevo aquilo que passou desapercebido. É para isso que circulamos 10 anos pelas periferias de nossa cidade e agora, graças a contemplação de um gra…

SOBRE O TEATRO E DAR SENTIDO AO CHORO

Sempre fui muito chorão. Desde pequeno, tive que inventar diversas formas de disfarçar esse choro. Também, crescendo em uma sociedade onde “homem não chora”, fui conseguir dar significado ao meu choro apenas no primeiro ano do ensino médio, durante uma aula de história. Durante uma atividade sobre a Guerra Fria, tive que analisar uma fotografia da Guerra do Vietnã, que mostrava crianças correndo com suas roupas em trapos após um ataque aéreo em sua cidade. Fui para a frente para explicar e simplesmente não consegui parar de chorar. De lá pra cá, fotografias tem sido uma forma de chamar meu pranto. Recentemente, muitas fotografias, dentre elas a de um menino com as mão para o alto, em sinal de rendição, confundindo a máquina fotográfica com um fuzil, e a de outro, afogado em uma praia da Turquia, mexeram muito comigo. E cada vez mais imagens fazem isso, uma vez que eu me permiti sentir e dar sentido junto ao Pequeno Teatro de Torneado. Em um período de individualidades, selfies, hora-…